Guia de BDSM para Casais Iniciantes

Guia de BDSM para Casais Iniciantes

O BDSM (Bondage, Disciplina, Dominação, Submissão, Sadismo e Masoquismo) é uma prática sexual que habita o imaginário de muitos homens e mulheres. O BDSM ficou ainda mais popularizado após o lançamento do livro 50 tons de Cinza. Mais do que isso, o livro despertou a curiosidade de muitos casais em colocar o BDSM em prática.
Então preparamos um pequeno guia para casais que queiram se aventurar nessa deliciosa jornada. Vale ressaltar que o objetivo de praticar BDSM é sempre a busca do prazer e diversão. Seguir algumas pequenas regras são imprescindíveis para fazer tudo de maneira saudável e sem riscos.

Pra iniciarmos a conversa sobre como fazer BDSM, precisamos deixar uma coisa bem clara. A prática do BDSM envolve relação de poder. Esse é um dos elementos centrais e, consequentemente, mais excitantes do jogo. Essa relação de poder pode (ou não) envolver dor, submissão, cócegas e outros meios.

 

Uma linda mulher, vendada, com uma lingerie sexy, sendo dominada na cama durante uma prática BDSM

 

Dom, domme e subs

Mandar ou obedecer: Na prática do BDSM cada um dos participantes assume um papel.
Se o homem é que vai ter papel dominante, ele será o Dom. Caso esse papel seja desempenhado por uma mulher, será a Domme.

Uma domme com sapatos de salto agulha muito sensuais pisando em seu escravo

Os escravos são conhecidos como subs, independentemente do gênero.
Nesse ponto é importante salientar que o fato se mandar ou obedecer é uma maneira que muitas pessoas encontram para atingir níveis elevados de excitação. É importante que nesse momento haja um desprendimento total de valores morais (mas nunca ignore o seus limites) Lembre-se, é uma brincadeira, é diversão!

 

A prática de BDSM não exige que aconteça penetração

Sim, como já falamos, o elemento central do jogo é a relação de poder. A penetração é um elemento secundário e facultativo.

 

Safeword: A palavra de segurança.

Esse é uma das regras mais importantes do jogo. Imagine que você combinou com o seu par que ele pudesse fazer determinadas coisas com você. Na brincadeirade vocês, talvez o não do sub faça parte da excitação e da brincadeira. Mas então, como a pessoa que está sendo dominada faz para dizer para a pessoa que está dominando que quer parar? Por meio da palavra de segurança.


Hot Pepper Sex Shop

A palavra de segurança é uma palavra que está totalmente fora do contexto da prática. Ela serve para avisar a quem está no controle que as coisas não estão muito legais. Pode ser algo tipo “bolacha”. Aqui é importante que a palavra esteja totalmente fora do contexto da transa e que seja uma palavra conhecida por todos os participantes.
Alguns casais também utilizam o código de cores. A pessoa que está sendo dominada pode usar as cores verde, amarelo e vermelho para sinalizar se as práticas estão de acordo com seus limites.

Verde = Ok
Amarelo = Mais ou menos
Vermelho = Parar

Jamais pratique BDSM com seu parceiro sem uma palavra de segurança.

 

As principais regras do BDSM

 Uma mulher sub, amarrada e sendo penetrada com um vibrador pelo seu mestre durante uma pratica BDSM.

Não beber álcool nem drogas durante a prática de BDSM

Jamais utilize nenhuma substância que altere seu estado de consciência, pois seu julgamento pode ser prejudicado.

Não improvise no BDSM

Use objetos e brinquedos especialmente produzidos para atender às necessidades esse fetiche. Na Hot Pepper, trabalhamos com algum destes acessórios, acesse nosso site na área de “Sado e Fetiches” Sadomasoquismo e BDSM.

 

Converse com o par

Parece simples demais, mas uma boa conversa pode fazer com que a diversão vire frustração. Conversar com o par para determinar os limites e desejos de cada um é imprescindível. A conversa pode ser uma maneira excitante de iniciar a prática. Use a imaginação.

 

Nunca deixe o seu parceiro sozinho

Jamais faça isso. Sempre fique no mesmo quarto o tempo todo e tenha olhos e ouvidos atentos a qualquer sinal de menor desconforto. Lembre-se: BDSM é cumplicidade.

Uma mulher sexy usando restritores de boca e botas 7/8 sendo dominada pelo seu mestre durante uma prática de BDSM.

Não machuque

A dominação e a bondage pode ser prazerosa sem que haja dor. Embora algumas pessoas gostem e fiquem excitadas com a dor, ela não necessariamente precisa estar presente durante a prática de BDSM. A dominação pode ser psicológica e não física. Respeite sempre os limites do parceiro.

 

Busque informações e orientações

Sempre que puder, busque mais informações sobre o tema. Pode ser via internet, livros ou qualquer material que venha de uma fonte interessante. Conversar com pessoas que já praticam a mais tempo também é uma ótima ideia.

Não tente imitar o que você vê nos filmes – Muito cuidado nesse ponto. Alguns filmes exibem cenas extremas. Tentar reproduzir isso pode causar sérios machucados. Vale lembrar mais uma vez: respeite sempre os limites do seu parceiro.

Essa é uma das muitas maneiras de inovação em sua vida a dois, mas sempre é bom pesquisar mais sobre o assunto antes de tentar fazer qualquer outra coisa.

O BDSM pode ser uma pratica que além de apimentar a vida sexual do casal, pode fazer com que a relação tenha muito mais cumplicidade e diversão.

 

Comentários

1 comentário sobre “Guia de BDSM para Casais Iniciantes

Deixe um comentário