6 mitos sobre o uso dos brinquedos eróticos

6 mitos sobre o uso dos brinquedos eróticos

Mito 1: Você pode ficar viciada(o) ou criar algum tipo de dependência em brinquedos eróticos.
 
Não vamos entrar em uma discussão sobre a definição de vício ou dependência. Garantimos que não há nenhuma maneira de você se tornar viciada(o) em brinquedos eróticos mais do que você poderia se tornar viciada em sexo e quaisquer outros ítens ou substâncias.
 
Sim, você pode ser uma viciado em sexo, e isso pode envolver brinquedos eróticos, mas certamente eles não serão a causa disso. Também não vamos falar de fetiches. Queremos esclarecer apenas o medo que as pessoas têm de, uma vez que elas usam um brinquedo sexual, elas nunca mais vão querer o “sexo real”.
 
 
Este mito tem algumas implicações muito traiçoeiras. A mensagem subjacente a este mito é de que o uso de brinquedos eróticos é errado e que o sexo “natural”, com os corpos apenas, é o melhor tipo de sexo. Então, se você tem que usar um brinquedo para chegar ao orgasmo, porque não o fazê-lo?
 
É melhor  usar um vibrador para conseguir ter orgasmo do que nunca conseguir ter um. Isso não diz nada, moralmente ou pessoalmente sobre qualquer pessoa. Da mesma forma como não diz nada sobre um diabético tipo I precisar injetar insulina. É apenas uma maneira de chegar ao orgasmo!
 
Se você está preocupada em se tornar uma “viciada” ou depender demais do brinquedo, a melhor coisa a fazer é variar e achar maneiras diferentes. Variedade é bom em quase tudo na vida, mas se você está confortável em sempre ter um orgasmo com o seu brinquedo, então continue usando porque não há nenhuma razão para você ter que parar.
  
Mito 2: Brinquedos intimidam seu parceiro e vai fazê-lo se sentir substituído
 
Uaaaauuuu, nada mais viril do que um parceiro intimidado por um objeto inanimado. Mas falando sério, se o seu relacionamento é realmente substituível por um brinquedo, sugiro repensar seriamente essa relação. Para nós, isso é como estar com ciúmes da mão do seu parceiro, que a maioria das pessoas usa para se tocar. E ver um brinquedo como qualquer coisa além disso parece tão bobo. São ferramentas, puras e simples. As pessoas usam panelas e frigideiras para cozinhar, martelo e pregos para construir uma estante e um vibrador para ter sexo. Simples sim.
 
Os parceiros podem estar envolvidos no uso dessas ferramentas em você, e se você está preocupado em intimidá-los, existem maneiras de tornar todo o processo mais fácil.
– Mostre o brinquedo para ele fora da cena sexual, para que possam ver como ele funciona com uma cabeça mais clara. Deixe-os mexer com ele, assim eles saberão com o que estão trabalhando.
– Realmente se divirta enquanto eles estiverem usando isso em você. Deixe-os saber o quão bem eles estão fazendo você se sentir, não o brinquedo. O brinquedo não faz muito sem alguém lá para usá-lo.
– Se o tamanho é uma grande preocupação e seu parceiro não está muito seguro ou confortável com eles, use um brinquedo com ele que seja do mesmo tamanho ou menor que o pênis dele. Se você quiser ter um brinquedo maior do que ele, sinta-se livre, mas talvez sua primeira introdução ao uso de brinquedos eróticos em você não deva ser com o Sr. Gigante, a máquina de sexo.

 

 
 
Mito 3: Usando brinquedos você vai esticar e fazer sua vagina ficar maior
 
Primeiro, nem todos os brinquedos eróticos são para serem usados na vagina. E, segundo, a vagina é um músculo muito poderoso. Como todos os outros músculos do corpo, pode ser espremido e trabalhado. Tamanho vaginal é um traço hereditário e segue o tamanho do corpo, idade e genética. De acordo com que a mulher envelhece, sua vagina pode tornar-se maior, mas isso se comparado com a vagina de uma menina de quinze ou dezesseis anos. Nada além disso.
Mais impressionante do que o “aperto” é o controle do músculo, senhoras, e isso é algo que qualquer uma pode aprender. Há exercícios que podem fazer os seus músculos vaginais ficarem mais fortes, levando a orgasmos mais fáceis e mais poderosos, e esse controle muscular também irá impressionar e surpreender seus parceiros.
 
A vagina muda durante a penetração, a excitação e o orgasmo, e usar um brinquedo de tamanho médio na sua vagina não vai mudar permanentemente o seu tamanho. E mesmo que o fizesse, para que você está preservando a sua vagina intacta? Por que trancá-la em alguma caixa de vidro e não usar brinquedos eróticos, simplesmente por medo de “danificá-la”? A vida é para viver, e sua vagina é para o seu prazer.

 

 

Mito 4: Homens que sentem prazer no ânus são gays
 
Este é um dos mitos mais violentos e mais homofóbicos que existem por aí. Ser gay significa gostar e se sentir atraído por pessoas do mesmo sexo.  O ânus masculino é uma zona extremamente erógena e pode proporcionar prazeres maravilhosos. Se você acha que será gay por isso, não sabe o que está perdendo. A região próxima ao ânus, abaixo do escroto, o períneo é muito sensível e os homens tem MUITO prazer quando são estimulados ali. Vale a tentativa de umas lambidinhas na região nas preliminares!
Estimuladores de Póstata
Mito 5: Se você tiver que usar um produto erótico, tem algo errado na relação
 
Ah, crenças e julgamentos que não tem o menor sentido. Não podemos colocar moralidade em objetos. Se fosse assim, eu usei um banquinho para alcançar a prateleira de cima, há algo de errado comigo! Eu usei sabão para limpar as minhas roupas, o que há de errado comigo? Meu namorado usou um anel de pênis quando fizemos sexo – EU NÃO SOU UMA BOA (leia “gostosa e sensual”) MULHER?
 
Os brinquedos eróticos podem tornar uma coisa boa, melhor, ou uma coisa medíocre em boa. Este mito implica que 1) sexo deve ser extremamente incrível sem nada adicionado a ele e 2) se este não é o caso, você deve apenas aceitar o fato e não usar qualquer coisa para ajudar quando vocês estiverem juntos, porque você não merece isso se você não consegue ter um sexo incrível sem brinquedos eróticos.
 
Muitas mulheres preferem não admitir que algo está faltando e se travam, fingem estar apreciando o sexo até mesmo ao ponto de fingir orgasmos para manter as aparências. É este o melhor caminho? Fingir que está tudo ótimo, ao invés de trazer um brinquedo para o quarto? Essa é uma pergunta retórica. Além de aumentar a diversão, os brinquedos eróticos podem ser usados para problemas sexuais, como disfunção erétil e ejaculação precoce. As pessoas nessas situações já sentem inadequação sexual suficiente sem este julgamento moral. Então se você tem esse probleminha, você definitivamente não merece fazer sexo?
Mito 6: Somente pervertidos usam brinquedos eróticos
 
Você pode ter notado um tema recorrente em todos esses mitos – eles estão todos baseados em juízos morais sobre sexo. Já vendemos centenas de produtos para centenas de pessoas. Por isso, podemos dizer que estas pessoas eram as mais normais que já vimos. Nossos clientes são mães, pais, pessoas jovens, mais velhas, policiais, militares, psicólogos, enfermeiros, motoritas e etc. Alguns até podiam ser pervertidos, outros certamente não eram, mas pense nisso desta maneira: “Pervertidos? Quem define isso?”

<div style=”text-align: justify; “>

Eles respiram oxigênio também. Isso quer dizer que você é um pervertido também?
 
 
Comentários

Deixe um comentário